Rua que moramos em Vancouver: Robson Street

Mudamos de casa no domingo, dia 27, e por causa disso não atualizamos mais o blog. Agora moramos no centro de Vancouver (Downtown) em uma rua muito legal chamada Robson Street. Aqui é bem mais perto do curso e conseguimos ir a pé. Foi bom morar em North Vancouver, o distrito onde ficava a homestay, era muito perto de Downtown e com muita natureza, muito calmo... mesmo tão perto, parecia que estávamos em outra cidade. Mas nada como morar aqui no centro, pois podemos fazer tudo a pé e ficar e ver o movimento da cidade.
A Robson Street é uma rua repleta de lojas, restaurantes, bares, pubs... tudo muito caro. No primeiro dia, fomos fazer umas comprinhas de comida no mercado e nos assustamos com os preços... uma manteiga, por exemplo, pagamos cerca de $Ca 6!!! Ou seja, quase 12 reais!!!! Nem compramos o chocolate em pó que sempre tem em nossa casa, o pote pequeno era em torno de $Ca 8!!! Isto são quase 16 reais!!!! Mas já achamos um mercado mais barato com uma marca ótima... a "no name"!!!! São produtos sem marca, baratos e a qualidade é ótima!


Vista do apartamento

Nosso apartamento

No dia 19/09, ainda visitamos o Temple Buddhist International, em Richimond, um distrito da Grande Vancouver. Meio longe, além de skytrain pegamos um ônibus, mas valeu a pena... é muito bonito e típico. Como Vancouver tem uma grande colônia chinesa, esse templo é muito frequentado... nesse dia tinham um monte de gente lá acendendo uns incensos com cheiro de dor de cabeça.
Advinha o que nos lembrou esse lugar? "Kung Fu Panda", claro!

Gui na entrada do templo

Mi e o panda




Lago do templo



Templo Budista em Richimond


Templo Budista em Richimond


Gui lendo chinês!


Gui no Templo Budista em Richimond


Mi no Templo Budista em Richimond

No sábado, 19/09, fomos conhecer o Queen Elizabeth Park, um parque repleto de flores, com jardins que mais pareciam pinturas e com uma vista muito legal do centro de Vancouver. O Queen Elizabeth Park é tão lindo quanto o Stanley Park, porém muito mais florido e tranquilo. Dentro desse parque tem também o Bloedel Floral Conservatory, uma estufa com muitas plantas e pássaros tropicais... nesse não entramos, pois além de ser pago, planta tropical a gente conhece, né!
Uma coisa muito curiosa no Queen Elizabeth Park são as noivas tirando foto! O lugar é tão lindo que muito noivos vão para lá tirar fotografar para seus álbuns!!! Tiramos várias fotos delas, tem uma aqui no blog... mal sabe ela que está em um blog brasileiro!
Amamos esse parque, além de lindo, super colorido, é super bem cuidado. Ficamos imaginando nossas mães aqui. Tenho certeza que minha mãe, minha tia e minha sogra iriam amar esse lugar, pois para quem gosta de plantas e contato com a natureza, esse lugar é perfeito.

Vista de Vancouver Downtown do alto do Queen Elizabeth Park


Gui no Bloedel Floral Conservatory

Escultura de Henry Moore e Bloedel Floral Conservatory


Noiva tirando fotografia no Queen Elizabeth Park


Jardins do Queen Elizabeth Park




Jardins do Queen Elizabeth Park


Gui e Mi no Queen Elizabeth Park


Mi nos Jardins do Queen Elizabeth Park


Jardins do Queen Elizabeth Park


Jardins do Queen Elizabeth Park


Jardins do Queen Elizabeth Park


Jardins do Queen Elizabeth Park

Neste sábado, 26, vamos conhecer Whistler! Essa cidade é conhecida no Canadá pelas estações de ski. A cidade é bem pequenina e fica distante 120km a leste de Vancouver, no pé das montanhas Whistler e Blackcomb. Alugamos um carro, pois sai mais barato que ir de ônibus ou excursão, e vamos aproveitar o carro ainda para fazer nossa mudança... saímos da homestay nesse domingo! Adeus sanduíches, graças a Deus!

Centro de Whistler

Na tarde do sábado dia 12/09, subimos na torre do Harbour Centre (http://www.vancouverlookout.com/) para ver a cidade do alto. A torre mede 130 metros e é possível ver toda Vancouver em uma vista de 360º, nesse dia o céu estava super lindo e deu para ver super até mesmo a montanha nevada (Mount Baker) do Estado americano de Washington... Vancouver fica perto dos EUA, Seattle por exemplo está há 2 horas de carro.
A subida para a torre é paga, mas conseguimos um descontinho com as nossas carteirinhas de estudantes. O ingresso dava direito para voltar à noite. Depois do jantar na casa da Linda (na homestay o jantar é servido sempre às 18h30!!!!!!!), esperamos anoitecer e voltamos para a Harbour Centre. A vista a noite é fantástica... a vista de dia é maravilhosa.
Gui observando o porto de Vancouver




Mi e o Canada Place com cruzeiro... provavelmente partindo para o Alasca



Vancouver Downtown, Stanley Park e North Shore ao fundo

Harbour Centre Tower vista da rua

Por toda Vancouver encontramos águias coloridas. Essa da foto abaixo vimos na estação de skytrain Waterfront, que usamos para chegar na Harbour Centre Tower. As águias fazem parte de uma exposição urbana, chamada "Eagles in the City", e faz parte de um projeto social para ajudar crianças. São sempre pintadas e trabalhadas por artistas locais (http://www.eaglesinthecity.com ) .



Mi e águia com Canada Place ao fundo

Vancouver à noite vista da Harbour Centre Tower

No sábado, dia 12, fomos conhecer o parque mais famoso de Vancouver, o Stanley Park. Esse é o maior parque urbano do Canadá e também um dos maiores do Canadá, nesse dia andamos que nem camelo e não conhecemos nem a metade do parque. O Stanley Park é realmente lindo, super limpo e com áreas bem demarcadas para pedestres e ciclistas. É super fácil se deparar com um esquilo enquanto se caminha por lá, nesse dia a gente viu uns três.
No Stanley Park, tem uma área de exposição permamente de totens, típicas esculturas do povo inuit (antigos habitantes do Canadá). Lá tem também um aquário muito famoso, mas ainda não o visitamos... estava muito cheio nesse dia e resolvemos esperar um pouquinho para conhecer melhor.

Stanley Park visto da marina que tem ao lado


Marina ao lado do Stanley Park

Mi na entrada do Stanley Park


Prédios de Vancouver e marina vistos do Stanley Park


Stanley Park com árvores ainda verdinhas... daqui a pouco (outono) ficam vermelhas!


Canada Place (à esq.) e Torre da Harbour Centre vistas do Stanley Park


Totens do Stanley Park


Totens do Stanley Park


Lions Gate Bridge... usamos essa ponte todo dia pois moramos em North Vancouver


Gui no Aquário de Vancouver

Toda sexta, na CSLI, podemos escolher alguma atividade para fazer gratuitamente, entre eles passeios por Vancouver ou aulas diferentes (como pronunciação, gírias, etc). Na sexta 11/09, escolhemos visitar a cidade de Harrison Hot Spring (http://www.tourismharrison.com/) . Harrison Hot Spring é uma cidadezinha turística famosa pelas piscinas naturais de água quente, é um destino do povo daqui nos feriados ou fins de semana, mas um pouco desconhecido para quem vai visitar Vancouver.



Praia em Harrison Hot Spring com montanhas com gelo ao fundo
Harrison Hot Spring fica distante de Vancouver 2 horas, a cidadezinha tem uma lago muito grande (Harrison Lake) onde as pessoas praticam canoagem e tomam banho na praia. Lá também tem muitos hotéis, entre eles um resort enorme. Tem também piscina pública de água quente bem baratinha. Mas nós resolvemos fazer trilha na floresta que tinha por lá e foi muito bom, conseguimos ver alguns bichos diferentes, escutar pica-pau e apreciar a beleza de uma floresta temperada. A floresta é lotada, lotada mesmo, de aranhas!!!! Apesar de meio nojento quando grudam na cara, as teias são lindas!

Praia vista do pier

Gui caminhando na beira-mar em Harrison Hot Spring


Gui e Mi na trilha Sandy Cove


Teia de aranha na floresta de Harrison Hot Spring


Lago visto da trilha


Teacher Kristy, Abdulah, Mi e Gui fazendo a trilha na floresta

Praia em English Bay, com Stanley Park ao fundo.

Na sexta, dia 18, depois da festa no barco, o Gui e eu fomos andar na praias de Vancouver, a English Bay. Tinham algumas pessoas tomando sol e muitas andando de bike, é possível andar pela beira-mar (seawall) até o Stanley Park. Na verdade, é possível andar toda (ou quase toda) Vancouver pelos seawalls, que é dividio em faixa exclusiva para pedestre e ciclistas/patinadores. Vimos também muitos donos de cachorros com seus respectivos... Vancouver é perfeita para nosso Motizinho! Da English Bay fomos a pé até a rua mais legal daqui, a Robson Street.

Estátua Inukshuk

Os Inukshuk, as estátuas em pedras em forma humana, são um símbolo da cultura Inuit (habitantes da região ártica do Canadá, Alasca e Groenlândia). Durante muito tempo, os Inuit construíam os Inukshuk como guia de orientação, mas depois viraram também um símbolo de amizade. E hoje, os Inukshuk é uma das marcas do Canadá por aí afora (camisetas, chaveiros, etc), tanto é que a logomarca das Olímpiadas de Inverno Vancouver 2010 é um bonequinho de pedra (http://www.vancouver2010.com/).

Beira-mar na English Bay com estátua Inukshuk

Sobre este blog

Sejam bem vindos ao nosso blog!



Aqui escrevemos sobre nossa cidade, Florianópolis. De vez em quando também falamos de outras cidades da nossa Bela e Santa Catarina. E (quando não temos muito preguiça) publicamos fotos e receitas!

Pesquisar

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem somos nós

Minha foto
Florianópolis, SC, Brazil